logo-curadoria01
logo-curadoria02
  • Slide 03
  • Slide 01
  • Slide 04

Apresentação - Acervo de Objetos

acervo-objetos01Casa construída no século XVIII e composta de 6 janelas frontais e igual número delas na parte lateral. Aos fundos existiam 3 portas, e, na lateral esquerda, mais uma. Originalmente, o estilo da residência era colonial, sendo que após inúmeras reformas, ela ganhou o estilo da foto. Hoje, essa residência sofreu inúmeras restaurações e revitalizações.

A Casa Barão de Melgaço, residência de Augusto Leverger, bretão, nascido no século XVIII, veio para Mato Grosso antes da Guerra do Paraguai e atuou como Diretor do Trem Naval e, mais tarde, presidiu a Província por quatro gestões consecutivas. Ao falecer, ele deixou sua residência para as herdeiras que, por volta de 1931, doaram-na ao Estado de Mato Grosso. Este, por sua vez, consignou esse espaço para as duas Instituições culturais mais antigas de Mato Grosso, o Instituto Histórico e Geográfico, criado em 1919, e a Academia Mato-Grossense de Letras, datada de 1921.

acervo-objetos02Obras de restauração da Casa Barão de Melgaço – ago/2004. *foto: Elizabeth M. Siqueira, 2012

Ao longo dos 85 anos, essas duas instituições recolheram e adquiriram, por compra, objetos e mobiliário de extrema relevância histórica, além de mandar confeccionar objetos e quadros de uso específico de cada Instituição.

Assim, o trabalho desenvolvido pelo projeto foi o de:

1) Identificar e localizar todas as peças, quadros, mobiliário e estampas existentes no interior da Casa;

2) Separar o acervo por espécie documental

a. Mobiliário

acervo-objetos03   acervo-objetos04

 

b. Objetos restaurados

acervo-objetos05   acervo-objetos06

A restauração de alguns móveis e peças ornamentais estiveram sob a responsabilidade da única profissional, em Cuiabá, habilitada para interferir em acervos históricos:

Restauradora, Mariza Deliberador Mikosz

acervo-objetos07Restauradora, Mariza Deliberador Mikosz. *foto: Elizabeth M. Siqueira, 2012   acervo-objetos08Móveis da Casa Barão, após a restauração. Em baixo, além de um isopor contendo as peças embaladas e numeradas. *foto: Elizabeth M. Siqueira, 2012

c. Quadros

acervo-objetos09Marechal Floriano Peixoto - Presidente da Província de MT   acervo-objetos10D. Francisco de Aquino Corrêa - Presidente do Estado de MT

d. Fitas de vídeo

 acervo-objetos11Coleção de 14 vídeos didáticos produzidos pela Imagem Terra, sob a direção de Kátia Meirelles. Esse projeto, desenvolvido no ano de 2000 e cujo produto foi lançado no início de 2001, teve o patrocínio da Lei de Incentivo à Cultura Estadual. Toda a coleção versa sobre temáticas da cultura e personalidades mato-grossenses. *foto:Elizabeth M. Siqueira, 2012

e. Microfilmes

f. Cd-roms

g. Discos

h. Objetos de adorno

acervo-objetos12Painel, tipo retrato colado em madeira dura, com imagem reproduzida de uma Apólice do Governo do Estado de Mato Grosso, datada de 1926, hoje raríssima e extremamente valiosa. *foto:Elizabeth M. Siqueira, 2012

 

3) A próxima etapa se restringiu num estudo de uma ficha de catalogação que pudesse privilegiar a maioria das peças, assim como oferecer ao pesquisador os dados mais relevantes.

4) Início da catalogação do acervo que integra, hoje, 222 peças, não incluindo as fotografias que mereceram tratamento em separado.

Exemplo de fichamento:

acervo-objetos13

Vale ressaltar, no interior desse vasto acervo, a existência de uma mesa, medindo mais de 2,5 ms de comprimento por 1,20 ms de largura, que pertenceu ao Tribunal da Relação (hoje Tribunal de Justiça), organismo criado pelo Imperador D. Pedro II, no ano de 1873 e instalado em Mato Grosso a 1º de maio de 1874. Por ter José de Mesquita Presidente do Tribunal da Relação por mais de 11 gestões consecutivas e tendo sido também Presidente da Academia Mato-Grossense de Letras por 40 anos, presumimos que no momento em que o mobiliário do Tribunal sofreu uma modernização, Mesquita optou por incorporar essa peça ao mobiliário da Casa Barão de Melgaço. Acompanhou a mesa, uma imagem da deusa Themis, confeccionada em bronze, com venda nos olhos, segurando nas mãos um barrete e na outra uma balança, e com os pés sobre homens franzinos e impotentes. Essa peça, raríssima e preciosa pertence à Casa Barão de Melgaço, como testemunho da presença de Desembargadores e Juízes no interior da Academia Mato-Grossense de Letras.

acervo-objetos14Deusa grega Themis, simbolizando a Justiça, feita em bronze, sem restauração. *foto: Elizabeth M. Siqueira, 2012

 

Últimos Vídeos

Documentário Casa Barão de Melgaço.
Um dos maiores símbolos mato-grossenses do conhecimento histórico e intelectual.

titulo historia em imagens

Isác Póvoas

familia-rodrigues034

Isác Póvoas

Nasceu em Cuiabá-MT, no dia 4 de janeiro de 1886, descendendo de Pedro Fernandes Póvoas e Galdina Virgínia Póvoas.

Seus primeiros estudos foram cursados em Cuiabá, bacharelando-se em Ciências e Letras pelo Liceu Salesiano São Gonçalo.

Na vida profissional, iniciou carreira como professor interino e depois catedrático de Literatura e Lógica do Liceu Cuiabano, estabelecimento que chegou a dirigir entre os anos de 1916 a 1920, exercendo o mesmo cargo no ano de 1925. Lecionou também na Escola Normal.

Leia mais...